#PlanazosParadores: escapada de 3 dias a León

Parques Naturais, Património da Humanidade, “Bens de Interesse Cultural”...em Leão encontrará mil recantos singulares para conhecer sem pressa; porque seja o que for que você procurar é bem possível que o vá encontrar neste destino de viagem.

Leão, uma cidade que tem um “Bairro Húmido”, uma basílica com a "Capela Sistina" do românico espanhol, que é uma das referências no circuito dos museus de arte do mundo e em cujas ruas passam todos os anos milhares de peregrinos rumo a Santiago de Compostela. Leão, uma cidade para se descobrir. 

O Parador de León, conhecido também como Hospital de San Marcos, situa-se numa das praças mais importantes do centro da cidade. Durante a sua história, o edifício foi utilizado como albergue, convento, hospital e até prisão, constituindo ele próprio um destino de viagem de caráter histórico. - Sabia que Quevedo (Francisco de Quevedo, escritor espanhol do “Século de Ouro”) esteve algum tempo preso dentro das suas paredes? Ocupou um espaço que é hoje um dos nossos Quartos Únicos, aqueles que têm uma história especial. Concretamente, o grande escritor esteve no quarto 363. A própria arquitetura do Parador é digna de ser admirada, o que o torna num dos locais mais fotografados pelos turistas que visitam a cidade (se for cliente, terá acesso a zonas que ninguém mais poderá conhecer).

 

Parador de León

Dia 1: visita à catedral e passear no centro histórico

Não poderá deixar de ir visitar nesta cidade um monumento que é dos mais espetaculares de toda a Espanha: a sua Catedral Gótica. Possui os vitrais mais belos da Europa! Diz a lenda que existia uma toupeira que durante a noite desmanchava o trabalho que os construtores faziam de dia. E como um piscar de olhos da história há realmente uma toupeira escondida na catedral. Lançamos-lhe o desafio de a encontrar!

Catedral de León vía SpainInfo

Poderá depois passear no Centro Histórico que recebeu o Prémio Europeu de Reabilitação em 2002. Ande pelas suas ruelas e vá à Plaza Mayor (Praça Central), à Praça de las Palomas e, por fim, à praça do mercado (Plaza de Santa María del Camino), conhecida pelos leoneses como “Plaza del Grano”, um local queconserva o encanto medieval que caracteriza a cidade e onde se encontra o albergue de peregrinos.

Como irá estar cansado de tanto passear, a nossa recomendação é a de ir comer os mais típicos pratos da gastronomia leonesa no fantástico restaurante do Parador e que a seguir faça uma boa sesta porque vamos propor-lhe um estupendo programa para o anoitecer!

Fazer uma visita ao “Barrio del Húmedo” é obrigatório, encontrará aí mais de cem bares. É esta por excelência a zona de petiscos mais característica da cidade. É típico ir “de cortos y vinos”  (ir beber vinho e taças de cerveja) e, normalmente, em cada sítio será surpreendido com uma “tapa” (petisco) com “denominação de origem”Pensava que o bairro se chamava “húmido” devido à chuva? Não, chama-se “húmido” pela quantidade de bares e restaurantes que se encontram na zona.

Dia 2: será realmente o Santo Graal? 

Sem qualquer dúvida, sugerimos-lhe que vá visitar o Palácio de Gaudí, uma das poucas obras deste arquiteto (Antoni Gaudí i Cornet foi o maior expoente do modernismo catalão) fora da Catalunha. Poderá também ir ver o MUSAC (Museu de Arte Contemporânea de Castela e Leão), famoso tanto pelos prémios que recebeu como pelo próprio edifício.

Ouviu falar que o Santo Graal se encontra em Leão? Enquanto se investiga se este é ou não o cálice que Jesus Cristo usou na Última Ceia, não pode deixar passar a oportunidade de ir vê-lo com os seus próprios olhos. Diz-se que passou desapercebido durante muito tempo sendo conhecido como o cálice de Dona Urraca. Está na Basílica de San Isidoro de León. Quando lá for, perceberá qual o motivo para este edifício ser considerado a "Capela Sistina" do românico espanhol. 

Colegiata de San Isidoro León

Via: Spain.info

Tanto para almoçar como para jantar, continuamos a alentá-lo para ir “de vinos y cortos” mas desta vez no “Barrio Romántico” (Bairro Romântico). Encontrará variadíssimos petiscos diferentes e originais com os produtos próprios da terra. Sugerimos-lhe que prove a “cecina de León” (carne seca), é um manjar delicioso!

Dia 3: à descoberta dos arredores da cidade

Aproveite para passear por muitos outros locais da cidade: 

    • Palácio de los Guzmanes
    • Museu de León
    • O Auditório
    • A muralha

    Se não quer perder nada e pretender um roteiro cultural que abranja igualmente os arredores, não perca:

    • Roteiro dos Mosteiros e Jazidas Arqueológicas
    • Cidade de Lancia
    • La Griega
    • A Vila Romana de Navatejera
    • Astorga e zona maragata (a 46 km)
    • Castrillo de los Polvazares (a 50 km)
    • Gruta de Valporquero (a 43 km)
    • O Parque Nacional de los Picos de Europa.
    • O Faedo de Ciñera de León (uma mata de faias centenárias) é uma verdadeira floresta de livro de contos.

O que é que lhe parece o programa? Tem vontade de fazer a escapada agora?Aproveite então para efetuar a reserva no Parador de León.

Reserve no Parador de León

Tem aqui um mapa da cidade para levar consigo neste roteiro de visitas.

.

 

Sabe que Leão é uma das cidades da Ruta Vía de la Plata (Roteiro Via da Prata)? É-o de facto. E não é a única cidade dessa rede em que encontrará um Parador.