A Língua Assobiada de La Gomera

Centenas de anos antes do desenvolvimento dos telemóveis, os habitantes da ilha de La Gomera, no arquipélago das Canárias, comunicavam entre si de montanha para montanha, “falando” através de ravinas escarpadas e vastos vales.

Como o faziam? Com uma curiosa língua assobiada chamada silbo gomero, que permitia aos camponeses manterem o contacto entre si através de enormes distâncias, utilizando estas “chamadas” de alta frequência. Esta singular língua quase morreu no século XX, mas hoje em dia está bem viva e pode ser ouvida pelos hóspedes do Parador de La Gomera.

 

Parador La Gomera

Uma língua quase perdida

Criado pelos habitantes nativos da ilha, os Guanches, o Assobio de La Gomera foi ensinado aos colonos espanhóis pelos últimos membros deste povo durante o século XVI. Adaptado para castelhano, a sua utilização foi-se propagando gradualmente às ilhas vizinhas, sendo utilizado pelos pastores para comunicarem através das longas distâncias da incrivelmente diversificada paisagem das Canárias.

Com o surgimento das comunicações modernas, este idioma único começou a esmorecer; na segunda metade do século XX, muito poucas pessoas sabiam assobiar desta forma.

Felizmente, um trabalho conjunto das autoridades da ilha permitiu reverter este processo, sobretudo através de leis que o tornaram obrigatório nas escolas de La Gomera. Em 1999, o Governo do arquipélago deu um passo em frente e reconheceu oficialmente o Assobio de La Gomera como parte da sua herança cultural. Uma década mais tarde, a UNESCO designou esta língua como obra-prima do Património Oral e Imaterial da Humanidade.

 

Parador La Gomera

Quando estiver em La Gomera, não deixe de estar atento ao assobio da região, ouvido com frequência nas ladeiras vulcânicas densamente arborizadas. Irá notar as fascinantes combinações de sons, que são apenas assobios para ouvidos não treinados, mas que constituem palavras reais para os falantes desta língua.

A melhor forma de ouvir este assobio, uma das línguas mais fascinantes de Espanha, é pernoitar no Parador de La Gomera, um cómodo hotel de luxo construído no estilo tradicional das Ilhas Canárias. Este Parador oferece espetaculares vistas sobre a praia, permitindo observar o Porto de San Sebastián e até o vulcão El Teire na ilha de Tenerife, o terceiro mais alto do planeta.

 

Este acolhedor hotel oferece fácil acesso aos principais pontos de interesse de La Gomera, como o Parque Nacional Garajonay, Património Mundial da UNESCO que conta com uma floresta subtropical, enormes rochas vulcânicas e uma profusa combinação de espécies tropicais de flora e fauna endémicas da região. Depois, regresse à sala de jantar do Parador para degustar um pedaço da gastronomia das Ilhas Canárias, com iguarias como o tradicional molho mojo, uma mistura de alho, cominho, paprica, azeite e vinagre; sardinhas grelhadas; dourada cozida; baifo, um prato de cabrito marinado com ervas e especiarias; e guarapo, um delicioso xarope de palma utilizado em cocktails e sobremesas.

Guarapo mousse do Parador La Gomera

Gostaria de escutar o Assobio de La Gomera com os seus próprios ouvidos? Contacte os Paradores ainda hoje..